Os católicos poderão voltar comungar tanto com a hóstia quanto também com o vinho, privilégio que até então era reservado, nas missas comuns, aos sacerdotes. Foi o que indicou na cidade do Vaticano a Congregação para o culto divino e a Disciplina dos sacramentos a respeito da “comunhão sob as duas espécies”.